Anunciar no Facebook e no Instagram é a mesma coisa?

Muitas pessoas acreditam que anunciar no Facebook e no Instagram é a mesma coisa, já que as duas redes são interligadas. A grande verdade é que mesmo interligadas, os anúncios nessas plataformas são diferentes.

No que diz respeito à conteúdo e ao formato é possível replicar a estrutura dos anúncios feitos em uma delas, na outra e vice versa, porém com uma grande ressalva!

  • Se a mensagem for curta e objetiva irá funcionar muito bem em ambas redes sociais. De acordo com as orientações de anúncio no Facebook, imagens impactantes e apenas 20% de texto, convertem em resultados satisfatórios, tanto para alcance orgânico quanto o patrocinado. Portanto, se o anúncio é do estilo “papo reto”, os resultados no Facebook serão positivos e também deverá funcionar muito bem no Instagram, com a vantagem de ser possível atingir um outro público que talvez não tenha sido impactado na versão para o Facebook.
  • Como dito no tópico anterior, as imagens têm um papel importantíssimo nos anúncios. Se você utilizou uma imagem em um anúncio no Facebook que foi um sucesso, vale a pena replicar no Instagram. Reutilizar essa imagem é aproveitar a indicação do anúncio anterior, que o impacto dela e a intenção de comunicação estão certos. A preferência das duas plataformas são muito parecidas, portanto, é de se esperar os melhores resultados.

Até agora, anunciar no Facebook e Instagram parece ser a mesma coisa, mas vamos explicar as divergências dos anúncios nessas plataformas.

  • Talvez a maior diferença seja o público, porque de um modo geral, os usuários do Facebook tem um perfil mais maduro que os do Instagram o que gera reações distintas a um mesmo conteúdo apresentado.
  • Os acessos com origem em smartphones e outros dispositivos móveis são percentualmente a maior fonte de tráfego no Facebook, e no caso do Instagram representam 100% do tráfego. Daí a importância de anúncios 100% responsivos, otimizados para exibição em dispositivos móveis para extrair o máximo dos anúncios em termos de conversão.
  • Os usuários do Instagram respondem a diferentes CTAs ( Call to Action ou Chamada de ação), por isso deve-se ter cuidado. De acordo com pesquisas, até 90% da base de usuários do Instagram tem menos de 35 anos. Isso significa que é um público extremamente jovem e consequentemente, com o poder de compra ligeiramente inferior ao que encontramos no Facebook. Nesse sentido, Call to Action do tipo “Saiba mais” ou “Inscreva-se” se mostram mais eficientes, uma vez que o público do Instagram está mais focado no engajamento do que na compra.

Embora seja plataformas com perfis diferentes, existem poucas estratégias de anúncios no Facebook que se forem copiadas e reproduzidas no Instagram, respeitando-se as diferenças entre as plataformas, não terão um resultado parecido. Porém, é importante ressaltar que em função de segmentação de público oferecidas, os anúncios no Facebook ainda levam vantagem sobre os anúncios do Instagram.

Achou esse conteúdo interessante? Compartilhe com seus amigos.


Comments

  1. Oi gente, amei o site parabéns pelo trabalho de vocês. beijos Cris :*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *